mandamentos-para-morar-sozinho

Morar sozinho: Veja dicas para começar com pé direito

Sair da casa dos pais e começar a morar sozinho para alguns pode ser o sonho do grito de independência e para outros apenas necessidade mesmo, devido aos estudos ou até mesmo trabalho.

Mas em todos os motivos o que existe em comum são os pontos de atenção para que a sua mudança seja o mais tranquila possível. E como aqui a gente só traz dicas boas para ajudar você, não podíamos deixar de fora algumas para quem pretende morar sozinho.

Então vamos aos: Mandamentos para morar sozinho.

1. Conhecerás muito bem o seu bolso

Antes de começar a se programar para mudar de casa, é preciso que você saiba quanto da sua renda está disponível para os novos gastos que aparecerão.

Se você já segue um planejamento financeiro e sabe exatamente com o que costuma usar seu dinheiro mesmo morando com os pais, já tem meio caminho andado. Se não, você precisa começar! Porque só com planejamento, o controle de todas as suas despesas do dia-a-dia, será possível saber ou não se é o momento de  morar por conta própria. 

Para conseguir organizar e visualizar tudo, você pode usar uma planilha manual de gastos, estilo Excel, ou optar por ferramentas online como aplicativos de finanças. O importante que você categorize cada saída para saber exatamente com o que exatamente está gastando o seu rico dinheiro, para poder cortar ou investir futuramente.

+ 7 Dicas para o Controle das despesas do dia a dia

2. Fingirás que já está morando sozinho

Essa dica é valiosíssima! Agora que você já sabe quanto gasta por mês e onde pode economizar, comece a projetar a sua nova realidade. Faça uma listagem de tudo que ficará sob sua responsabilidade após a mudança. 

Pesquise e estime o valor do aluguel e os gastos com as contas fixas: água, luz, gás e internet. E tente fazer uma projeção para o supermercado. Não esqueça de incluir também a taxa de condomínio se for morar em um apartamento.

Separe o equivalente ao resultado de seus cálculos e tente passar o mês sem usar este valor, porque você ainda está morando com a sua família, portanto não precisa usar no momento.

Se conseguir não mexer em nenhum centavo, você saberá na prática se o orçamento pode suportar o novo estilo de vida ou se necessitará de ajustes importantes. Caso o valor fuja da sua realidade pense em ajustes, como por exemplo: procurar um imóvel mais barato.

3. Farás uma reserva para a mudança 

Imagine um letreiro piscando freneticamente aqui nesse mandamento. Quando moramos com os pais, na hora de pensar em viver sozinho pensamos nas contas, aluguel, condomínio, mas as vezes acabamos esquecendo desse grande ponto: a hora da mudança! Aproveite o exercício anterior para montar uma reserva financeira. 

Com o processo da mudança uma série de gastos estão incluídos, como: transporte, ajustes no novo ambiente, se o contrato for por imobiliária existem os custos do contrato, etc. Por isso você pode precisar de uma graninha a mais

banner-blog-seu-credito-na-palma-da-mao

Se preparar com antecedência para este momento vai garantir que você passe por ele com todo o orçamento sob controle e assim evitar dores de cabeça. Além da reserva da mudança também é importante começar uma para emergências, caso você fique desempregado ou tenha algum imprevisto.

+ Reserva de emergência: Saiba por onde começar

4. Economizarás para adquirir móveis e eletrodomésticos

Mesmo que você já tenha seus objetos pessoais, provavelmente terá que comprar alguns móveis e eletrodomésticos. Uma boa dica é aproveitar o período em que ainda não está morando sozinho para economizar com esse objetivo.

Faça um levantamento de tudo o que será necessário e cultive o hábito de pesquisar antes de comprar. Esteja sempre atento às ofertas e promoções, mas evite as compras por impulso.

Uma ideia legal também é organizar um “Chá de Casa Nova” e chamar os amigos e a família! Assim você pode ganhar alguns utensílios para seu novo lar e economizar um pouquinho. 

5. Manterás o controle do orçamento

Agora que você já colocou as contas nos eixos e organizou a mudança. Não deixe o planejamento de lado, viu? Só ele vai garantir que tudo corra como esperado e que imprevistos não causem sérios problemas financeiros e emocionais. O segredo é estar sempre no controle do seu orçamento!

Se morar sozinho é o seu sonho, siga estes passos que você vai caminhar em direção a ele mais fácil! Com um bom planejamento e determinação, vai ser mais simples enfrentar os obstáculos e ter um cantinho só seu.

Gostou do conteúdo? Então deixa seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais. 😉

banner-simulacao-easycredito-ajuda-para-morar-sozinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *