girafa-elefante-jacare-livro-educação-financeira

5 Livros de Educação Financeira para crianças

Dia 18 de abril foi o Dia Nacional do Livro Infantil. E nós sabemos o quanto é importante educar financeiramente as crianças desde a alfabetização para desenvolver sua capacidade de agir na sociedade de forma crítica, participativa, ética e criativa. Por isso hoje trouxemos algumas indicações de livros de Educação Financeira para crianças de acordo com as diferente fases da infância.

Tem para todas as idades

Para crianças entre 4 e 6 anos

A partir dos 4 anos a criança já começa a ter noção da existência do dinheiro. Então é importante já começar a dizer “não” quando a criança pedir algo que não pode ser comprado naquela hora. É bom também estimular programas que não sejam voltados só para consumo, como passeios no parque ou alguma atividade cultural.

Nessa fase os primeiros contatos com as palavras e as histórias podem começar a serem desenvolvidas. Por isso escolha muito mais ilustração e pouco texto, de preferência com letras em caixa alta. Geralmente as histórias são bastantes lúdicas, protagonizadas por crianças ou animais. Aqui a leitura em conjunto deve ser estimulada, criando um momento em que os pais devem ler junto com a criança.

O Pé de Meia Mágico | Álvaro Modernell
livro-o-pé-de-meia-magico-educacao-financeira-criancas

Esse é para os pequeninos. O livro mostra a rotina de dois irmãos muito amigos. Eles têm a oportunidade de aprender educação financeira, mas cada um escolhe um caminho. O livro explora as vantagens das crianças guardarem dinheiro e cuidarem dos brinquedos e roupas. 20 páginas.

Ilustrações: Cibele Santos | Editora:Fundamentos

Preço à partir: R$32,60

Zequinha e a Porquinha Poupança | Álvaro Modernell

Zequinha ganha de presente uma porquinha chamada Poupança. Dedica carinho e atenção a ela e descobre que com perseverança e paciência pode realizar muitos sonhos. A história busca valorizar o convívio com animais, a importância dos pais e dos amigos na vida das crianças e destacar princípios de educação financeira.

Ilustrações: Cibele Santos

Preço à partir: R$34,60

Educação financeira para crianças entre 7 e 9 anos

Nessa faixa etária já é possível começar a dar a semanada (dinheiro por semana) e apresentar o cofrinho, como uma forma concreta de mostrar onde está sendo guardado o dinheiro. Além de ensinar a estabelecer prioridades, por exemplo: economizar para comprar um brinquedo ao invés de gastar com balas.

Como a criança está iniciando a alfabetização, livros com mais conteúdo podem começar a serem inseridos, mas sem deixar de lado as ilustrações. Os livros costumam ter lições de moral e ajudam a desenvolver o vocabulário. Os pais podem ler juntos, mas a criança já possui certa independência para fazer a leitura sozinha.

Meu dinheirinho | Carlos Eduardo F. Costa e Fabrício P. Soares

Meu dinheirinho é uma coleção formada por quatro livrinhos em que os protagonistas João Pedro e Duda ajudam a ensinar as crianças, de forma lúdica e divertida, como ganhar, gastar, poupar e compartilhar o dinheiro na vida cotidiana. 96 páginas.

Ilustrações: Gabi Moraes | Editora: Literare Books International

Preço à partir: R$ 39,90

Crise Financeira na Floresta | Ana Paula Hornos
crise-financeira-na-floresta-educação-financeira-para-criancas

Nessa nova versão da fábula A cigarra e a formiga, a história se transforma em uma lição de economia para crianças. Nela, a cigarra toma folhas emprestadas da formiga e não paga o que deve, oferecendo sua preciosa viola como garantia. De forma lúdica, a escritora mostra como se ganha dinheiro e a importância de poupar, investir e consumir com consciência.

Ilustrações: Cláudio Martins | Editora: Geraçãozinha

Preço à partir: R$34 (físico) e R$19,90 (e-book)

+ Material Escolar – 5 dicas para economizar nas compras

Como se fosse dinheiro | Autora: Ruth Rocha
livro-como-se-fosse-dinheiro-educacao-financeira-criancas

Com seu estilo único, Ruth Rocha, uma das maiores escritoras infantis nacionais, fala nesse livro sobre dinheiro. Nele o garoto Catapimba que recebia balas como troco do Seu Lucas da cantina e resolve começar a pagar de forma bem inusitada também. Além de tratar de dinheiro, o livro também vai tocar em assuntos como honestidade, esperteza e coragem. 32 páginas.

Ilustrações: Mariana Massarani

Editora: Salamandra – Preço à partir R$ 47

Meu cofrinho, meu futuro | Editora Saraiva
livro-meu-cofrinho-educacao-financeira-criancas

O conteúdo é de educação financeira para crianças que estão começando a entender o que é, e como lidar com dinheiro. E também aos pais e adultos que desejam que as crianças tenham uma ideia de como é a economia de uma forma geral, como os adultos ganham dinheiro (e por quê), a importância de planejar o consumo, de pensar no que é necessário de verdade. 32 páginas.

Editora: Caramelo

Preço à partir R$15

Para os maiorezinhos entre 10 e 12 anos

Com essa idade a criança já irá conseguir projetar metas de consumo. Portanto, é importante auxiliar ela na administração do dinheiro para conseguir uma meta mais ambiciosa, como fazer uma viagem ou comprar um jogo eletrônico. Além de começar a ensinar que empréstimos devem ser pagos em dia. 

Agora os livros podem ser um pouco mais complexos também, com menos ilustração e mais texto. Mas utilizar outras linguagens, como a história em quadrinhos podem ajudar a atrair muito a atenção dos já pré-adolescentes.

Pra que dinheiro? Almanaque Maluquinho | Ziraldo
pra-que-dinheiro-educacao-financeira-criancas

Nesse HQ, a Turma do Menino Maluquinho encontra dificuldades para administrar mesadas, despesas, cofrinhos e compras, pois o dinheiro nunca chega até o fim do mês. São sete histórias em quadrinhos em que eles falam sobre o surgimento da moeda, bancos e como fazer um orçamento doméstico. De uma maneira divertida, a turma toda aprende a usar e a poupar melhor o dinheiro. 64 páginas.

Editora: Globinho

Preço à partir: R$ 44 (físico) e R$5 (e-book)

Lembrando que o nível de leitura de cada criança irá variar. Pode ser que a sua já goste mais de histórias em quadrinhos e para ela será mais fácil aprender dessa forma. Veja todas as indicações sem seguir tanto as faixa etárias, observe mais qual o momento da criança e quais suas preferências, para que o aprendizado seja leve e que as lições sejam realmente absorvidas.

Gostou do conteúdo? Então deixe seu comentário e compartilhe nas redes sociais 💙

banner-easycredito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *