5-portas-brancas-uma-porta-amarela

Qual o melhor tipo de empréstimo para mim?

Passou o final do mês, não deu pra pagar todas as despesas e a conta continuou no vermelho? Cheque especial e cartão de crédito já até viraram seus melhores amigos. Não dá para continuar assim, né?

Se só cortar gastos não é o suficiente pra equilibrar seu orçamento, a melhor alternativa é pedir uma mãozinha para um empréstimo. Com o dinheiro na conta, você pode quitar tudo o que estava devendo e ficar com uma taxa de juros menor, bem justa pro seu bolso.

+ Segurando a tentação: 4 dicas para controlar os gastos por impulso

Hoje em dia é bem fácil contratar crédito online. Mas você sabia que existem vários tipos deles? Como escolher a melhor opção? Uma escolha errada na hora de contratar e você pode voltar ao que estava querendo manter bem longe: a bola de neve dos juros e contas. 

Muito cuidado nessa hora! 

O grande segredo para a bola de neve não te atingir é pensar no empréstimo como se fosse um produto que você precisa comprar. Ou seja, não dá para simplesmente levar para casa o primeiro que encontrar. Pesquisar preços, ofertas e as melhores formas de pagamento é fundamental. E com um empréstimo não é diferente! 

Além das diferentes taxas oferecidas pelas instituições, também existem alguns tipos de crédito com características específicas, que devem ser consideradas. Por isso, vamos te mostrar os pontos positivos e negativos de cada um deles, para que você entenda e escolha o melhor de acordo com suas condições 😉

+ Quem pode solicitar empréstimo pessoal?

Empréstimo com garantia

Esse tipo de empréstimo é nada mais nada menos, do que você colocar um bem de valor (imóvel ou veículo) como um compromisso de que irá pagar o valor pego. Por exemplo, se você entrega o seu carro como garantia para o empréstimo e não consegue realizar todo o pagamento da dívida, a instituição pode tomar o seu veículo como forma de eliminar a sua dívida.

Essa é uma modalidade de crédito bem conhecida, já que ambos os lados se beneficiam. A empresa por ter uma salvaguarda em caso de não pagamento, e para quem contrata as taxas de juros costumam ser muito baixas. Outra vantagem é a possibilidade de pessoas com nome negativado também receberem oferta – mas isso vai depender da instituição financeira e da análise que ela fizer.

Além disso, também existem várias regras para o bem ser aceito pelo credor – por exemplo, carros muito velhos dificilmente podem ser colocados como garantia – porque se você não pagar as parcelas, vai, sim, perdê-lo!

Empréstimo consignado

Se não te agrada colocar em risco uma coisa sua, você pode pensar no empréstimo consignado. Assim como o anterior, ele costuma ter taxas de juros pequenas. Pois todas as parcelas são descontadas direto da folha de pagamento, antes mesmo do salário, aposentadoria ou pensão chegar às suas mãos. 

Isso traz uma segurança maior para você, que não tem a chance de ficar devendo, e para o credor, que tem a certeza do recebimento. Mas lembre-se que há uma quantia limite a ser oferecida: até 35% da sua renda mensal

No caso desse tipo de crédito, um cuidado específico deve ser tomado! Como não é você que realiza o pagamento da parcela e sim o débito automático, fica fácil esquecer que ela existe.

Mora aí o perigo de gastar da maneira que costumava e, quando o salário cair, vir o susto de perceber que não tem o suficiente para pagar as contas. Por isso não esqueça de colocar o empréstimo no seu planejamento financeiro.

Ah! vale lembrar que nem todo mundo tem acesso ao consignado. Geralmente, esse crédito é oferecido a quem é funcionário com carteira assinada, aposentados e servidores públicos.

+ PIKI – o Empréstimo Pessoal com débito em conta de consumo

Empréstimo pessoal 

Esse é o tipo de empréstimo mais comum. Você solicita para uma instituição financeira, ela analisa o seu perfil de pagador, seu histórico como cliente durante a vida, e te dá uma oferta de acordo com a avaliação feita.

Nesse caso, diferente do consignado, você que precisa realizar o pagamento das parcelas todo mês. Senão, o nome pode ficar sujo e os juros podem virar uma bola de neve. Muitas empresas oferecem opção de débito automático também.

Da mesma forma dos outros dois, é muito importante pesquisar bem as taxas cobradas pelas instituições, já que cada centavo a menos (ou a mais na parcela) faz bastante diferença no final. 

Utilizando por exemplo a plataforma da EasyCrédito, você pode verificar direitinho quais são as taxas que estarão presentes no seu tipo de empréstimo da forma mais detalhada possível. E o melhor é que existem juros bem baixos oferecidos pelos nossos parceiros – à partir de 1,92% ao mês – de acordo com seu perfil. 

banner-blog-seu-credito-na-palma-da-mao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *